Nós vivemos em um mundo conectado à internet, mandamos fotos, lemos artigos, visualizamos mensagens e por aí vai… Mas você já parou pra pensar em como um deficiente visual acessa a internet?

A tecnologia acessível vem crescendo cada dia mais, e ainda bem! Isso a torna um elemento de inclusão. Não basta ter tecnologia, é necessário que tenha tecnologia para todos. O próprio Google Docs permite ditar textos e corrigi-los através de comando de voz. A Wikipédia também trabalha com a fala e com áudios para que todos tenham acesso ao seu conteúdo.

Os celulares possuem sistemas que ajudam os deficientes visuais a utilizarem os aparelhos. O Android possui o sistema Talkback, enquanto o Iphone utiliza o Voiceover. Ambos estão na configuração do aparelho e após ativar, basta tocar e deslizar na tela para que o aparelho leia todos os textos.

Aplicativos facilitam a vida dos deficientes visuais

Também existem aplicativos muito úteis para ajudar os deficientes visuais:

RunKeeper – É um aplicativo que junto com o GPS do celular, monitora os exercícios físicos e os resultados obtidos (como queima de gorduras, distância e tempo), e o melhor de tudo: é descrito através de áudios! Existe versão para AndroidiOS.

Aipoly – Com a câmera do celular o Aipoly localiza objetos, reconhece alimentos, identifica cores, detalha plantas e animais, lê todos os textos e emite áudios sobre tudo o que reconhece. Você pode baixar para Android ou iOS. Também existe o aplicativo Seeing AI que exerce a mesma função, mas só existe para Iphone.

Be My Eyes – É um aplicativo incrível mesmo! Podem se cadastrar pessoas com dificuldades visuais e voluntários que enxergam muito bem. O funcionamento é bastante simples: as pessoas que possuem dificuldades fazem ligações para os voluntários a qualquer momento para fazer perguntas e pedir ajuda. É um aplicativo fantástico e extremamente útil. Baixe no Google Play ou na App Store.